terça-feira, 24 de novembro de 2020
Busca

Portal T5

Brasil

Pai de homem morto em supermercado: “queria que educação pela igualdade começasse na escola”

João Batista Rodrigues Freitas, 65 anos, enterrou o filho neste sábado. A vítima foi espancada até a morte em uma unidade do Carrefour

Por Redação Portal T5

14h56 - Atualizado 21/11/2020 às 14h57

Dezenas de pessoas – entre amigos, familiares e militantes de movimentos negros – acompanharam o velório e o sepultamento de João Alberto Silveira Freitas, 40 anos, na manhã deste sábado (21/11), no Cemitério Municipal São João, na zona norte de Porto Alegre.

João Alberto foi morto na noite da última quinta-feira (19/11), véspera do Dia Nacional da Consciência Negra, ao ser espancado por dois seguranças de uma das filiais da rede Carrefour.

Em nome dos familiares, o pai da vítima, João Batista Rodrigues Freitas, 65, lamentou a morte brutal do filho. “Eu gostaria que o estopim para que as pessoas se dessem conta da existência do racismo não fosse o fim de uma vida. Queria que a educação pela igualdade começasse pelos bancos escolares. Mas já que aconteceu com o meu filho que sirva de exemplo. Se não podemos banir o racismo, que possamos ao menos reduzi-lo”, disse.

Leia mais detalhes no Metrópoles, parceiro do Portal T5.

Leia também:

Corpo de homem é encontrado em mangue na Grande João Pessoa

Inquérito de investigação epidemiológica da Covid-19 é realizado em 64 bairros de João Pessoa

Tays desabafa e diz que vai terminar com Biel em ‘A Fazenda’

Prefeitura de Cabedelo acata decisão da Justiça Federal para suspender aulas presenciais em faculdades